Chronologia Kairológica

CK Resumo

Instalação Vista 01

Fabiana Pedroni diz que o presente é aquele “instante ínfimo entre a expectativa e a formação de acúmulos”. Em “Chronologia Kairológica”, instalação apresentada na Galeria Homero Massena, a artista discute distintos modos de sentir e pensar o tempo. O acúmulo de maresia em placas de vidro cria uma contagem de tempo cuja marcação é de natureza imprevisível e sutil. A finitude e a irreversibilidade da vida aparecem nas velas acesas para queimarem durante todo o período da mostra. Ao fundo da galeria ponteiros brotam diretamente da parede e giram sem limites numéricos. O poema que contorna a sala traz um louvor e um ódio ao relógio, que é o grande instrumento de transformação da modernidade.

A gênese do trabalho está no antagonismo entre os mitos gregos de Chronos e Kairós. O primeiro é o responsável pelo tempo marcado, contado. É o relógio matemático de nossas atividades. O outro é a qualidade de todo tempo vivido. Kairós é sentir que uma espera na fila é uma demora e que uma agradável conversa com amigos passa voando. Ambos esses tempos estão entranhados no modo de vida ocidental. O tempo de nossas atividades não obedece mansamente à contagem do relógio, ainda assim, não podemos agir sem alguma linha. O encadeamento é parte da natureza como a morte é decorrência da vida.

Com produção de Maria Angélica Pedroni e Rodrigo Hipólito e ação educativa de Ana Cristina Motta, Rafael Dias, Ludmila Cayres e Vanessa de Oliveira a instalação estará aberta até o dia 21 de dezembro de 2013. Com Encontro de Formação em Arte Contemporânea no dia 24 de outubro e o “Chá da Tarde” nos dias 05 e 26 de novembro a exposição demonstra que a conversa é a melhor maneira de aproveitar trabalhos de arte atual. Dentro desse pensamento Ana Cristina Motta ministrará oficinas de cerâmica e discutirá o tempo material, na Escola Mário Gurgel, em Terra Vermelha.

Durante a abertura da mostra, em 22 de outubro, ocorrerá o bate-papo com a artista, que é integrante do Mestrado em História Social da Universidade de São Paulo. Fabiana Pedroni tem construído uma sólida pesquisa sobre os sentidos do ornamental a partir de manuscritos medievais e ainda integrada à produção de arte atual do estado. Em “Chronologia Kairológica” o poder de caminhar com o relógio sem correr contra o tempo é uma das muitas mensagens retiradas de uma conversa entre a saudade, presente da memória, e a ansiedade, presente do futuro. Ao passar pelo desfocado das placas de vidro e acompanhar o lento derreter das velas podemos escolher entre ter o tempo perdido ou matar o tempo.

 

 

 

 

SERVIÇO

Chronologia Kairológica

Abertura e bate-papo: 22 de outubro às 19h.

Visitação: 23 de outubro a 21 de dezembro.

Encontro de Formação em Arte Contemporânea: 24 de outubro.

Chá da Tarde: 05 e 26 de novembro, 15h às 17h.

chronologiakairológica.wordpress.com

notamanuscrita.com

Galeria Homero Massena

Rua Pedro Palácios – 99 – Cidade Alta – Vitória, ES

Segunda a sexta de 09h as 18h – Sábado de 13h as 18h.

Agendamento de Visitas: tel. 3223-5590 – 3132-8395

e-mail: ghmassena@gmail.com

galeriahomeromassena.wordpress.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: